quarta-feira, 21 de julho de 2010

Essa tal de internet...

Revista Época

Essa tal de internet muito tem me ajudado desde que eu comecei a ter acesso.


Conheci pessoas, briguei com algumas delas, com outras fiz as pazes. Reencontrei meus amigos do Colégio onde eu estudei no Ensino Fundamental. Me salvei entregando trabalhos em prazos super corridos só com um ctrl C e nunca me ferrei. Dei desculpas, consegui mais tempo, mais liberdade, crescer, me aprofundar em assuntos proibidos e não proibidos também, manter amizades a distância, me formar, um emprego, dois empregos, três empregos, me inscrever numa Pós graduação e ainda continuo buscando pelo menos umas 50 coisas diferentes dia-pós-dia quando me sobra tempo entre um PIT e outro.


Essa semana eu cai na real da importância dessa tecnologia na minha vida, enquanto eu tentava preparava um caldo de feijão em casa me distraí e, adivinha? enchi de sal.
Qual foi a primeira reação? não. Namorado.
Segunda? Google! E lá estava a solução: "para desalgar o feijão basta adicionar uma batata crua partida em dois pedaços e deixar que ferva. A batata irá absorver o sal."
O Google só não sabia que o termo "salgado" pra mim definitivamente não é o salgado das pessoas comuns, inclusive dele mesmo. E nem que eu colocasse uma dúzia de batatas resolveria, mas em todo caso me senti tão segura.


Semana passa consegui tirar mancha de Coca-Cola da poltrona do meu carro pesquisando no google, e hoje estava distraída no G1 e olha o que eu acho: MAX GEHRINGER E se o colega não usa desodorante? 
Tem coisa mais útil que isso? confesso que nunca trabalhei com ninguém suficientemente "salgado" a ponto de eu ter que reclamar não, mas se eu tivesse visto essa dica na faculdade eu teria ajudado um colega. :X


Pra quem tem esse problema:


Trabalho ao lado de um colega que não prima pela higiene. Sua aparência e o cheiro que ele exala me incomodam demais. Só de olhar para ele me sinto mal. O que posso fazer para mudar essa situação? Será que a melhor estratégia é abrir o jogo e pedir para mudar de lugar? Ou será que posso ser mal interpretado pelo chefe? Devo fechar os olhos para isso? 
Você só deve falar com o chefe se todos os seus colegas forem junto. Vivi uma situação dessas. Um colega foi reclamar de outro que não tomava banho e não usava desodorante. O chefe respondeu: “O Cheiroso é o funcionário mais eficiente do departamento. Quando você conseguir resultados iguais aos dele, volte a falar comigo”. Você pode pedir a seu chefe para mudar você de lugar, mas não espere outro tipo de providência se for reclamar sozinho. Chefes são mais ligados em números do que em cheiros.



Beijos

0 comentários: